Grupo de estudos #EuNaoSeiDesenhar

Dezenas, centenas, milhares de pessoas falam que não sabem desenhar. Se um adulto não sabe desenhar, então por que uma criança sabe? Porque ela desenha com liberdade, sem qualquer restrição ou parâmetro. Na infância, ainda não estamos presos aos condicionamentos da mente que acumulamos até chegar à fase adulta; com a mente livre, o ato de desenhar é regido pela intuição. Quando ficamos mais velhos, acontece uma espécie de cisão e experiências, traumáticas ou não, constroem um novo jeito de agirmos e, portanto, desenhar. Aqui, as aulas se transformam em um grande laboratório de investigação não sobre técnicas, mas sobre os condicionamentos da própria mente. A auto-observação consciente é a chave principal para os exercícios propostos. Vamos buscar o desconhecido por meio do desenho.
Desenhar é uma forma de transformação, autodesenvolvimento, habilidade natural e intuitiva que, como muitas outras, é bloqueada ou esquecida com a chegada da vida adulta. Estar em grupo e caminhar juntos contribui amplamente para o processo de investigação, porque as dúvidas, travas, medos e frustrações dos outros fala um pouco sobre nós mesmos. É muito difícil termos a quantidade de tempo, qualidades e coragem apenas em nós mesmos para seguirmos sozinhos por essa jornada de desconstruções.

Os encontros (gratuitos) do grupo acontecem a cada 15 dias, sempre em lugar e horário diferentes, na cidade de São Paulo. Para demais grupos de vivências, confira a aba Serviços em Educação.